fbpx

Por Cristiano Santos

Fundador da Kamus, designer web especialista em criação de sites com WordPress focado em negócio; pai, marido e goleiro de fim de semana.

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) fez um estudo durante o período de 23 de março a 31 de maio e concluiu que em pouco mais de dois meses, 107 novas lojas virtuais foram criadas no Brasil, somando uma abertura de mais de uma loja por minuto durante a pandemia. Os segmentos são os mais variados possíveis, como venda de alimentos, bebidas, roupas, calçados e produtos de limpeza.

Antes da pandemia, a média de novos empreendimentos desse segmento era de 10 mil por mês!

Segundo Nelson Tranquez, vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Bom Retiro/SP, por conta da crise da COVID19, os empreendedores precisaram mudar os formatos para manter os seus negócios funcionando.

“Mesmo quem não teve condições de criar um site, passou a vender em marketplace ou por WhatsApp.”

Ainda sob a análise da Abcomm, por conta dessas novas adesões, houve um aumento em 40% no volume de vendas nesse período, como foi o caso da Chocolateria Brasileira, que possui franquias pelo brasil, que teve que se reinventar após o anúncio da quarentena decretada às vésperas da Páscoa, obrigando a empresa a desengavetar o projeto do e-commerce, conseguindo vender todo o estoque do período pela Internet.

Fonte: O Estadão

Esse artigo é útil para alguém? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

O que achou do artigo? Comente o que achou!