Hub /

Com tantas redes sociais, ainda vale a pena ter um site para a sua marca?

Essa é uma dúvida bastante comum dos empresários e empreendedores na hora de investir em marketing digital de uma empresa.

Hub /

Com tantas redes sociais, ainda vale a pena ter um site para a sua marca?

Essa é uma dúvida bastante comum dos empresários e empreendedores na hora de investir em marketing digital de uma empresa.

A Internet comercial mudou profundamente a nossa sociedade, integrando pessoas, culturas e conhecimento ao redor do mundo. Mas foi o surgimento e adesão das redes sociais que mudou totalmente a forma como elas se relacionam entre si e com as marcas.

Antes a relação era de “um para muitos“. Ou seja, uma marca fazia uma ação que tentava abranger ao máximo de pessoas possíveis em busca de novos clientes. 

Essas ações falavam mais da própria marca do que das necessidades do público. 

O que vemos desde então é uma mudança de comportamento do consumidor, que pesquisa, compara, pergunta, interage com pessoas e marcas em busca dos melhores produtos e serviços, onde ELE é o centro da relação.

E nesse sentido as redes sociais possuem papel fundamental, uma vez que o consumidor tem acesso direto com as empresas e pode fazer todos os questionamentos para decidir se compra o seu produto ou contrata o seu serviço. 

Consciente desse comportamento, a cada dia, mais e mais marcas lançam suas presenças nas plataformas de redes sociais.

Mas será que essa é a melhor estratégia para que empresas efetivamente vendam online?

E os sites, são realmente necessários ou é só mais um custo, uma vez que todas as principais redes sociais são gratuitas?

É sobre isso que vamos falar nesse artigo:

O canal mais importante da sua marca

Eu não poderia começar esse artigo sem fazer essa afirmação. 

Qualquer que seja o mercado da sua empresa, ou segmento de negócio, se vende produtos ou serviços, o fato é que o site é o principal canal de uma empresa

É nele, que efetivamente, o consumidor toma a sua decisão de compra, e não nas redes sociais.

Duvida? 

Pense nas seguintes situações:

Você precisa comprar um joystick para PS3 pois o seu quebrou, ou então você quer saber qual é o tipo de ração para um filhote de calopsita, ou mesmo descobrir qual é o melhor tipo de exercício para perder peso baseado no seu peso atual.

Agora responda sinceramente: 

Em qual canal você encontraria essas respostas para cada uma dessas necessidades para que você tome uma decisão de compra online? 

Se você é empresário e respondeu redes sociais, você não entendeu como o seu público se comporta e certamente está tendo muita dificuldade de gerar oportunidades de negócios online para sua marca!

Em todas as situações acima o consumidor faria uma busca, principalmente no Google. 

Ele dificilmente faria esse tipo busca tão específica num Instagram ou Facebook, não concorda? 

Você mesmo nunca deve ter feito esse tipo de busca!

Por isso ter um site é fundamental, uma vez que a sua marca pode estruturar uma comunicação informativa e argumentativa sobre o seu produto ou serviço, que terá mais impacto junto ao consumidor.

As redes sociais são para relacionamento

Ok, você pode argumentar que a sua empresa já fez venda através de uma rede social. E sim, eu acredito. 

No entanto esse não é o hábito natural do público, uma vez que o comportamento de compra online são concretizados em sites, páginas de vendas e lojas virtuais, ainda que algumas redes sociais aceitem pagamentos online, como Instagram e Facebook por exemplo.

O público usa as redes sociais para relacionamentos. Sejam com as pessoas, ou mesmo com as marcas. 

Nas redes sociais é o início da relação, não o final. 

Portanto aproveite esse relacionamento para perguntar, provocar, fazer reflexões, entreter, ou seja, engajar com o seu público.

Total controle da comunicação da sua marca

Esse é outro ponto fundamental para optar em criar um site da sua empresa. 

Mesmo que o seu modelo de negócio amplie, mude de alguma forma, ajustar um site é perfeitamente possível, uma vez que a sua empresa é quem determina as regras e estratégias de comunicação.

Mesmo que haja mudança de servidor de hospedagem por exemplo, basta migrar os arquivos e conteúdos, apontar os DNSs para o novo fornecedor e pronto, o negócio é mantido funcional tranquilamente.

O link natural e mais eficiente da publicidade

Caso a sua empresa faça ações no Facebook ou Instagram por exemplo, um site pode receber os leads interessados nas ofertas dessa publicidade, uma vez que ele tem a capacidade de estruturar páginas para a conclusão da venda, as  chamadas “landing pages.

Essas páginas, se bem construídas, dão ao consumidor conteúdo informativo com muita argumentação, que auxiliam, estimulam e provocam a tomada de decisão online.

Percebeu o quanto ter um site é fundamental para a sua marca?

Quer entender como nós podemos auxiliar a sua empresa a gerar mais oportunidades de negócios online? Agende um café virtual conosco e vamos conversar!

Curtiu? Então compartilhe!

Outros artigos sobre esse tema