Hub /

Sobre a percepção de valor de uma marca

Para criar a percepção de valor de marca junto ao consumidor é preciso muito mais do que criar hashtag nas redes sociais

Sobre a percepção de valor de uma marca

Para criar a percepção de valor de marca junto ao consumidor é preciso muito mais do que criar hashtag nas redes sociais

Na última quinzena foi anunciada a saída do jogador de futebol Lionel Messi do Barcelona FC. Ele saiu da Argentina, sua terra natal e atuou no clube por quase 21 anos, entre as divisões de base e profissional. Como não houve acordo entre as partes na sua renovação, Messi ficou livre para negociar seu passe com qualquer outro clube interessado.

Então o Paris Saint-Germain se mexeu rapidamente, e na semana passada anunciou o craque como novo reforço, unindo-se novamente aos amigos da época do antigo clube, Neymar e Sergio Ramos, além do francês Kylian Mbappé. Isso fez com que o clube fosse catapultado como grande favorito nas próximas competições, e claro, isso repercutiu nas vendas!

Sim, nas vendas!

Após apenas 24h do anúncio da contratação do Messi com o PSG, o clube vendeu 832 mil camisetas do craque, trazendo US$ 105 milhões (R$ 551 milhões) para os cofres do clube!

É sobre isso que se trata marketing! Sobre percepção de valor!

Há muita distorção sobre o papel do marketing atualmente, principalmente utilizando as plataformas digitais.

Philip Kotler dizia que marketing é a ciência de explorar, criar e proporcionar valor para satisfazer necessidades de um público.

Quando analisamos a motivação das pessoas ao comprarem 832 mil camisetas do Messi em menos de 24h, mostra que a percepção do público sobre o clube aumentou muito ao contratar o craque! 

Dessa forma o marketing se apropria dessa percepção e trabalha a comunicação para atender esse sentimento, não o contrário!

Curtiu? Então compartilhe!

Outros artigos sobre esse tema